Uma Landing Page é uma página específica com o objetivo de fazer com que o visitante realize uma ação. Para isso, ela possui menos elementos do que uma página comum, além de ter outras finalidades, sendo a principal a conversão.

Seu foco primordial é a oferta oferecida, o que está diretamente relacionado ao Inbound Marketing que objetiva atrair mais pessoas por meio dos canais usados por uma marca, como sites e blogs.

Além de atrair as pessoas, essas estratégias despertam a vontade de consumir outros conteúdos, caminhando pelo funil de vendas, até que o negócio seja feito.

Depois disso, esses leads tornam-se clientes, no entanto, para que todo esse processo aconteça, é necessário focar na conversão. Uma das práticas mais eficazes para isso são as Landing Pages.

É importante trabalhar com diversas estratégias que aproximem os clientes em potencial, como no caso da criação de conteúdos, no entanto, as mesmas não descartam a necessidade de facilitar o contato entre o prospect e a marca.

Isso posto, criamos este artigo para esclarecer o que é uma Landing Page, como ela funciona e como fazê-la de maneira efetiva, além de quais resultados essa estratégia é capaz de trazer para negócios dos mais diferentes nichos. Acompanhe!

 

O que é Landing Page?

O-que-e-landing-page-como-criar

 

As Landing Pages, também conhecidas como “página de destino”, possuem como foco principal converter visitantes em leads, ou seja, clientes em potencial.

Estas páginas contam com poucos elementos, em comparação a uma página de um site ou blog, por exemplo.

Para ter um bom resultado, a Landing Page precisa contar com um CTA e a exclusão de itens que possam distrair o visitante.

Só para contextualizar melhor, o CTA é uma sigla para Call to Action, que em português significa “chamada para ação”.

É um botão que funciona como um grande painel de publicidade dentro de uma página, que convida o visitante a realizar uma ação. É um CTA muito comum, por exemplo: “clique aqui e baixe o e-book”.

Este botão situado em uma Landing Page consegue levar o visitante a uma nova etapa do funil de vendas. Isso é uma ação fundamental, afinal, alguns sites conseguem muitas visitas mas não convertem porque não investem nessa estratégia.

Mesmo que um alto número de acessos seja importante, ele não estará impactando positivamente o negócio porque não há conversão.

É para isso que são criadas essas páginas específicas, que excluem elementos que distraem o visitante e de fato o leve a realizar uma ação.

 

Como funciona uma Landing Page?

 

Como funciona uma landing page

De modo geral, a página de destino funciona com o preenchimento de um pequeno formulário pelo visitante em troca de um conteúdo de valor.

Então, ele encontra um banner para assinatura, por exemplo, que, ao preencher, receberá semanalmente ou mensalmente e-mails da empresa sobre um assunto que lhe é de interesse.

Os conteúdos devem conter materiais ricos, e são oferecidos em troca de uma pequena informação de dados. Eles podem assumir diversos formatos, como:

  • Newsletter;
  • E-book;
  • Infográficos;
  • Planilhas.

Ou seja, é qualquer material que seja suficientemente bom, que valha as informações preenchidas pelo visitante.

Ela também pode funcionar contendo uma oferta especial, conclusão de compra ou qualquer ação que tenha a ver com a estratégia.

 

Importância das Landing Pages

 

O-que-e-landing-page-importancia

Gerar leads não é a única razão pela qual uma empresa de automação corporativa ou qualquer outra deve investir em Landing Pages. Essa estratégia traz muitas outras vantagens que explicitam sua importância, tais como:

1 – Facilita o lead scoring

 

O lead scoring é uma prática que prioriza os leads mais propensos a fazer negócio dentro de uma estratégia.

A estratégia acontece por meio de pontos dados a cada um, de acordo com as ações que eles realizam.

Por exemplo, se o visitante do site de uma empresa é convertido com material fundo de funil, ele está mais próximo do que os outros de fechar a compra.

Isso facilita o trabalho da equipe de vendas, além da conversão, e permite a construção de uma lista de contatos que possa ser trabalhada tanto pelos vendedores, quanto pela equipe de marketing.

 

2 – Segmenta os contatos

 

Dependendo do tipo de material da conversão ou da informação solicitada no formulário, é possível segmentar melhor os contatos.

Por exemplo, as empresas de instalações elétricas prediais que atuam com diferentes serviços e diferentes personas, consegue distingui-las usando as Landing Pages.

Também é possível saber o perfil de consumidor que interage com a marca, inclusive por empresas que não atendem a um segmento definido.

 

3 – Diminui o Custo de Aquisição de Cliente (CAC)

 

As Landing Pages são opções mais baratas para gerar boas oportunidades de negócio, diferente do que acontece, por exemplo, com os links patrocinados.

Além disso, para conseguir as informações valiosas que essas páginas coletam seria necessário investir em ações ainda mais caras, como horas de ligação, entrevistas etc. São ações que custam mais caro e dão mais trabalho.

As Landing Pages, ao contrário, desde que feitas dentro de uma boa estratégia, podem ser o motor de vendas de um mês inteiro.

Prova disso são as escolas que oferecem aula particular de piano, que podem investir nessa estratégia e aumentar seu potencial significativamente.

 

Como criar uma Landing Page efetiva?

 

Como criar uma landing page

Depois de entender a importância das páginas de destino para os negócios, é hora de colocá-las em prática para conquistar mais conversões e, para isso, é preciso incluir alguns elementos:

 

1 – Oferta

Nenhum visitante vai fornecer seus dados pessoais, como nome e e-mail a troco de nada.
Por isso, é importante criar uma boa oferta, baseada naquilo que a persona realmente deseja e que atenda às necessidades dela.

 

2 – Título

 

É importante informar claramente o que está sendo oferecido, para despertar a atenção dos leads certos e não fazer com que se sintam enganados.

Por exemplo, se o material é um e-book sobre dieta semanal para emagrecer, informe isso claramente na Landing Page.

Para isso, é importante pensar em um título simples, porém chamativo, compreensível e que faça jus ao que está sendo ofertado.

Também deixe claro o tipo de material que o lead irá receber, se é um e-book, uma newsletter, uma consultoria etc. Isso evita frustrações e enganos.

 

3 – CTA

 

Como falamos no início do conteúdo, o uso de Call to Action é fundamental para o bom funcionamento da Landing Page.

Trata-se de um botão ou texto que convida o visitante a realizar uma ação, por meio de frases imperativas como “baixe agora”; “receba o material”, entre outros.

As clínicas de emagrecimento que usam esse recurso, por exemplo, o fazem de maneira clara e objetiva, fazendo com que o visitante entenda, de fato, qual ação ele está prestes a realizar.

 

4 – Descrição

 

Existem algumas marcas que dispensam essa etapa, só que isso depende muito mais da persona do que dos interesses e da estratégia da empresa.

Caso a descrição seja necessária, ela precisa passar a mensagem de maneira sucinta, sobre objetivo de oferta e o valor que pode gerar para quem for convertido.

Por exemplo, uma escola de maquiagem cria um e-book sobre automaquiagem e descreve: material para quem quer se tornar um expert em maquiagem.

 

Que resultados a Landing Page pode trazer?

 

O-que-e-landing-page-quais-seus-resultados

Essa estratégia pode ajudar os negócios, como uma fabricante de sinalização horizontal preta a conquistar excelentes resultados.

Um deles é que a empresa passa a ser facilmente encontrada via motores de busca, como o Google.

Também traz uma excelente experiência para o usuário, pois foi criada tendo em vista um assunto específico.

Por que contém o foco naquilo que o prospect vem pesquisando, as taxas de conversão são muito mais altas do que em outras páginas comuns.

As pessoas também têm mais oportunidades de conhecer o conteúdo oferecido pela marca, o que gera mais autoridade para ela e um bom ranqueamento dos buscadores.

O uso dessas páginas altamente focadas nos interesses do público-alvo é uma estratégia para qualquer empresa que queira competir no mercado.

Quando as comparamos com sites e-commerce ou institucionais, elas são ainda mais baratas e fáceis de criar. Ao mesmo tempo, são excelentes para ofertar o trabalho de uma marca para um público muito mais amplo.

Para isso, basta que sejam bem planejadas, respondendo de forma clara às perguntas mais comuns entre os possíveis clientes, que são:

  • Quem é você?
  • Qual o seu tipo de negócio?
  • Qual endereço e horário de funcionamento?
  • Como pode ser contatado?

A criação de uma Landing Page eficiente pode ser feita por empresas especialistas no assunto, como a CriaTec, que utiliza recursos como a responsividade, layouts personalizados e implementação de técnicas em SEO.

 

Conclusão

 

O-que-e-landing-conclusao

A conversão é um passo importante para qualquer tipo de negócio, uma vez que é por meio disso que as empresas conseguem atrair pessoas realmente interessadas naquilo que vendem.

Afinal, é muito mais fácil fechar negócio com quem está interessado, não é mesmo? Por meio dessas páginas, os potenciais clientes conhecem melhor seus produtos e serviços e podem ser nutridos durante todo o funil de vendas.

Tudo isso leva ao aumento das vendas, maiores lucros e, consequentemente, ao crescimento mais rápido dos negócios.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

 

CLIQUE AQUI E FALA AGORA UM ORÇAMENTO DE LANDING PAGE PARA O SEU NEGÓCIO!