Você já teve a sensação de estar ocupado o tempo todo, fazendo listas diárias e trabalhando muito, mas sem realmente chegar a algum lugar? A solução para isso é simples: você precisa de um planejamento mensal.

Assim, será possível definir algumas metas e ter um sistema a seguir. Se você está concentrando sua energia em uma lista diária, você pode perder o controle, ou ainda, estar trabalhando em atividades que não estão alinhadas com seus objetivos, de fato.

Desde o momento em que se tem objetivos e quer trabalhar para alcançá-los, você começa a pensar na melhor forma de realizar, bem como um sistema que irá funcionar de acordo com suas demandas, seja cozinhar um hambúrguer artesanal diferente ou qualquer outra.

 

Por que fazer um planejamento mensal de tarefas?

 

Cada mês é uma oportunidade para pensar sobre o quadro geral e planejar seus objetivos. É uma ótima maneira de lembrar sua visão de vida. Também é uma ótima oportunidade para rever seus objetivos e saber em que momento você está no caminho para alcançá-los.

 

Esses 30 dias podem ser definidores para realmente abrir sua mente. É um ótimo período para tentar novas estratégias, uma vez que um mês dá a você a oportunidade de trabalhar em estratégias ou projetos maiores.

 

Por que viver na ansiedade diária se é possível ter paz de espírito quando você parou, respirou e fez com calma e tranquilidade seu planejamento mensal e incluiu seus momentos de lazer ou tarefas como ir ao médico para adquirir um novo receituário odontológico?

É uma verdadeira terapia e autoavaliação do que você realmente precisa focar na vida para fazer suas tarefas em prol dos seus objetivos.

Mas é importante lembrar-se de se sentir no controle da situação e não em um cenário aleatório, às quais você não deveria ser submetido, que controlem você e suas ações.

Preparação é a chave do sucesso, portanto, nos próximos tópicos, veja algumas dicas para te ajudar a fazer exatamente isso.

 

1 – Anote suas pendências

 

Lembre-se de que o ponto de partida é sempre o mês anterior. Normalmente, fazer uma revisão de fim de mês mais detalhada costuma funcionar bem, mas olhar todo o seu último planejamento mensal também ajuda.

Ao fazer isso, pense sobre o mês anterior. Há alguma tarefa importante pendente, ou algum projeto que você planeja continuar no próximo mês?

Se você tinha metas no mês passado, analise-as e pense quais devem ser seus próximos passos e prioridades. Em seguida, faça uma lista de todos esses objetivos possíveis.

 

2 – Defina suas metas

 

Primeiro, estabeleça o que você deseja alcançar no próximo mês. Considere seus objetivos de vida e a lista que você fez anteriormente com seus projetos pendentes, se houver.

Além disso, se você tem metas para o ano e já fez um plano anual, é o momento de pegar esse planejamento e também levá-lo em consideração.

A recomendação é focar em apenas um objetivo principal. Por exemplo, sua meta é fazer o  tratamento rugas profundas

O ideal é você concentrar todo o seu esforço e energia em apenas um objetivo durante o próximo mês, assim, você vai alcançá-lo ou pelo menos chegará mais perto de fazer o tratamento.

Ter apenas um objetivo deixa a situação mais clara. Você tem apenas um objetivo, uma tarefa em que se concentrar e, ao colocar isso no seu planejamento mensal, meça todos os esforços necessários para chegar onde você quer, conforme a prioridade que escolheu.

Em seguida, você pode adicionar alguns outros objetivos menores, que ajudarão você a atingir o objetivo maior. Por exemplo, vamos imaginar que você tenha um filho e que no próximo mês, você queira colocá-lo na escola de educação infantil 2 anos.

Matricular a criança na escola, portanto, é objetivo maior, neste caso. Porém, há inúmeras tarefas que precisam ser feitas para essa meta ocorrer.

É preciso entender, por exemplo, se há desconto na mensalidade quando o pagamento é à vista. Outro ponto que pode ser levado em consideração é se há uma reserva financeira para tal. No controle do planejamento mensal, esse tipo de meta deve constar.

 

3 – Alcançando a meta

 

Neste ponto, concentre-se apenas em seu objetivo principal e liste as ideias que o ajudariam a alcançá-lo. Não sabe o que fazer? Faça uma espécie de banner com ilhos mental. Você pode começar um brainstorm, pesquisar na internet ou até mesmo perguntar a alguém.

Provavelmente, você não é a primeira pessoa a tentar atingir essa meta, ou algo semelhante, portanto, procure por informações e opiniões.

Assim que tiver sua lista de ideias, analise-a. Decida em quais você gostaria de focar, talvez as mais possíveis, ou as mais ambiciosas. Você que decidirá.

Para cada ideia que você deseja experimentar neste mês, atribua um pequeno projeto, com suas tarefas e lembretes.

 

4 – Coloque-as em prática

 

Agora é hora de se planejar para o mês de fato. Pegue seu calendário, pode ser um de mesa, agenda virtual ou qualquer calendário que você quiser com uma visão completa do mês, além de um bloco ou planner para anotar e, enfim, começar o planejamento.

Em seguida, pegue sua agenda e adicione seus eventos do mês e os principais pontos para a sua meta mensal.

Normalmente, adicionar apenas os pontos principais, e não todas as tarefas, ajuda a dar mais clareza ao não deixar o planejamento super poluído. As tarefas, de forma mais detalhada, podem ser separadas no dia a dia ou a cada semana.

Todos os dias, revise seu calendário, as metas do mês e os pontos principais de cada uma para definir o que você fará naquele dia para chegar cada vez mais perto dos objetivos.

Se for necessário fazer algo de forma externa, certifique-se de que empresa de motoboys possa atender você com maior rapidez.

Uma boa dica é pegar o seu planner semanal e se concentrar no dia determinado. Com isso, adicione e agende outras tarefas menores que eventualmente precisem ser feitas.

 

5 – Defina suas intenções para o próximo mês

 

Agora que você já fez o seu planejamento mensal, chegou o momento de se planejar para o mês seguinte. Basta repetir o processo que exercitamos brevemente aqui.

É possível fazer isso como um primeiro esboço do projeto em uma placa de sinalização vertical ou em qualquer bloquinho ou superfície que você consiga anotar.

Assim, você verá que seus dias serão mais produtivos, você terá mais tempo e ficará mais tranquilo sabendo exatamente o que tem que fazer.

 

6 – Não esqueça de um “plano B”

Mesmo que você não queira, as coisas simplesmente acontecem. Pense no que pode dar errado e estabeleça um “plano B”. Você pode querer considerar ter alguns dias de margem para atingir seus objetivos ou apenas ter a flexibilidade de mover as coisas.

Mas, não se preocupe muito com isso. Ter uma rota de fuga é sempre importante, mas apenas pense em alcançá-lo se precisar.

Ao tentar planejar seu próximo mês, tenha uma rotina consistente e siga estas dicas para mudar sua vida e se tornar mais produtivo.

  • Anote em caderno e bloquinhos, evite digitar;
  • Esquematize um código de cores;
  • Priorize o que é mais importante;
  • Seja flexível no planejamento.

Além disso, lembre-se de que é aos poucos que você vai conquistar seus objetivos, portanto, é começando com pequenas mudanças que isso se torna um hábito.

 

 

Os benefícios do planejamento mensal

 

Claro que não é totalmente necessário um planejamento mensal de tarefas, mas aqui estão alguns motivos pelos quais você pode querer tentar:

 

Você vai se sentir em alinhamento com seu propósito de vida

Planejar com antecedência é se sentir preparado para o que está por vir. Embora as coisas nem sempre saem conforme o planejado, criar um planejamento mensal pode reduzir o estresse desnecessário e fazer com que se sinta bem com o seu propósito e objetivos.

 

Você vai se sentir no controle

Planejar o mês com antecedência ajuda a manter o controle dos objetivos. Em vez de passar o mês no piloto automático, leve em consideração os objetivos de longo prazo e a visão de futuro. Dessa forma, é mais provável que se faça progressos significativos.

 

Você não vai se sentir apressado

Quando você tem um plano para o mês, dá uma ideia do que pode ser feito de forma realista.

Ao planejar com antecedência a ida em uma gráfica para solicitar um banner informativo, por exemplo, você pode definir o que precisa ser feito sem se sentir apressado.

Afinal, se você tentar trabalhar em muitos projetos na mesma semana, ficará sobrecarregado.

 

Você aumentará sua produtividade

A produtividade é bastante necessária se você deseja cumprir os prazos dos projetos, pois se você não tiver rendimento, não conseguirá terminar sua meta no prazo.

Um lembrete de seu planejador semanal o ajudará a evitar a procrastinação no trabalho e certamente deixará de desperdiçar seu valioso tempo.

 

Considerações finais

 

Agora que você teve um guia rápido e factível para planejar seu mês e atingir seus objetivos, é hora de começar a colocar em prática e fazer esse processo todos os meses.

Mas não exagere: estabeleça metas e trabalhe para atingi-las em seu próprio ritmo, de uma forma que esteja alinhada com seus princípios e prioridades essenciais.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.