Hoje em dia, o termo chatbot já é bastante conhecido. Isso porque a interação entre o homem e a máquina tornou-se algo comum, diante da expansão da tecnologia e o crescimento exponencial da internet nos últimos anos.

Só para termos uma ideia, uma pesquisa realizada pela Gartner para o ano de 2021 demonstrou que 50% das empresas vão investir mais em chatbots do que em aplicativos tradicionais.

O estudo continua dizendo que cerca de 30% dos negócios terão inteligência artificial no processo de vendas; e 85% das pessoas serão atendidas por robôs.

Com esse levantamento, podemos ter uma noção do quanto será indispensável investir em tecnologia, principalmente em softwares de atendimento ao cliente.

Porém, como utilizar um chatbot em seu site da melhor maneira possível?

O artigo de hoje pretende responder a esta questão, trazendo algumas dicas de como usar essa tecnologia de modo eficiente no seu site. Acompanhe a leitura!

 

Mas, afinal de contas, o que é um chatbot?

 

O chatbot nada mais é que um software de comunicação, com capacidade para manter uma conversa com os usuários humanos por meio de uma linguagem natural e acessível.

Isso tendo respostas automáticas para algumas perguntas, ou funcionando por meio de inteligência artificial (IA).

Atualmente, é possível encontrar chatbots em várias plataformas de atendimento ao cliente, site, bem como aplicativos. Alguns exemplos são:

  • Facebook Messenger;
  • WhatsApp Business;
  • Telegram;
  • Sistemas de call center;
  • Entre outros.

Além disso, os chatbots são cada vez mais comuns em páginas de negócios. Por exemplo, você pode acessar o site de uma empresa de motoboys e já ser abordado por um robô, em um pop-up que se destaca para a comunicação com o usuário.

Há diferentes razões para o crescimento dos chatbots na sociedade contemporânea, incluindo a capacidade de oferecer suporte imediato aos clientes, além de reduzir a necessidade de atendentes para a empresa.

No entanto, o principal objetivo de um chatbot é sempre oferecer uma experiência de atendimento ao cliente positiva, permitindo uma comunicação assertiva e escalonável, que irá contribuir com o crescimento das vendas.

Vale dizer que o chatbot é uma evolução do sistema de processamento de linguagem natural (NLP), que tem como base da sua programação a tecnologia de automação de conversas para manutenção de relacionamentos com o usuário.

 

Como é o funcionamento de um chatbot?

 

O chatbot é um programa automatizado que interage com os usuários através de plataformas digitais, como é o caso dos sites.

A tecnologia pode ser aplicada em qualquer ramo de negócio, por exemplo no site de um salão com espaço para festa de 18 anos, e-commerces, lojas de roupas, instituições de ensino, entre outros.

Uma das principais vantagens dos chatbots é que eles não são limitados por tempo. Sendo assim, os robôs se comunicam com os usuários em qualquer horário, mesmo fora do atendimento comercial.

Em geral, os chatbots funcionam de duas maneiras: a primeira, com base em um conjunto de regras pré-programadas; a segunda, por meio da inteligência artificial e machine learning (aprendizado de máquina).

A seguir, confira o funcionamento específico de cada uma das tecnologias.

 

1 – Chatbots pré-programados

 

Os chatbots que operam por meio de um conjunto de diretrizes, regras e operações pré-programadas é um pouco mais limitado que a tecnologia de inteligência artificial, mas oferece muitas possibilidades para as empresas.

Basicamente, o robô responde a certos tipos específicos de palavras e solicitações, tendo capacidade limitada para compreender o vocabulário humano.

Podemos comparar esse chatbot com um software financeiro para empresas, já que ele funciona somente com uma programação realizada previamente, sendo guiado por determinadas regras de comunicação.

Em redes sociais, esse tipo de chatbot é bastante comum, visto que essas plataformas permitem a configuração de respostas automáticas, com base em certas interações dos usuários.

 

2 – Chatbot com inteligência artificial (IA)

 

O chatbot com IA é um pouco mais aprimorado, pois ele utiliza uma rede neural artificial, inspirada no cérebro humano, com capacidade de reconhecer diversos tipos de palavras e aprender a comunicação de cada usuário durante a interação.

Em resumo, o robô aprende a nossa linguagem e oferece soluções específicas para nossos questionamentos ou necessidades.

Dessa forma, você pode perguntar sobre o valor de uma caixa de som para eventos, receber uma resposta, mas além disso, também se deparar com possibilidades de promoções, diferentes condições de pagamento, etc.

Essas funcionalidades do chatbot com IA ocorrem através de classificadores de texto, algoritmos e o entendimento da linguagem natural humana.

Além do mais, quando o robô não consegue prosseguir com a conversa, verificando que a dúvida do cliente é muito específica, ele encaminha o atendimento para um humano. Com isso, a experiência do usuário é muito mais proveitosa.

Onde o chatbot pode ser usado?

 

Os chatbots podem ser usados para muitas estratégias corporativas, desde a venda de um notebook escritório até para atendimento de reclamações ou dúvidas dos clientes.

A seguir, conheça os principais tipos de uso dos chatbots.

 

1 – Marketing

 

O chatbot para marketing visa melhorar o engajamento do público com a marca, promovendo o reconhecimento da sua empresa nos ambientes digitais.

Além disso, a tecnologia também é empregada para aumentar a taxa de conversão de leads e, consequentemente, aumentando as chances de venda.

Um exemplo muito bom do uso do chatbot em campanhas de marketing é na automação do envio de e-mails. Com o software, é possível reconhecer exatamente aquilo que o cliente deseja e, assim, enviar o material certo.

 

2 – Vendas

 

Os chatbots são muito usados nos processos de venda e pós-venda. Por exemplo, um cliente pode perguntar o preço de um banner com ilhos diretamente na página da sua empresa e ser respondido por um robô.

Dessa forma, o atendimento é muito mais ágil, já que o usuário não precisa esperar até que um vendedor se depare com a sua dúvida, o que pode atrasar a comunicação e, consequentemente, causar a perda da venda.

 

3 – Atendimento

 

O atendimento é, sem dúvidas, a possibilidade de uso mais famosa entre os chatbots. O intuito é automatizar as conversas com os usuários, permitindo uma comunicação mais fluida e rápida, mesmo fora do horário comercial.

Com isso, o atendimento pode servir para tirar dúvidas a respeito do horário de funcionamento de uma empresa de camiseta dry fit amarela, por exemplo, entre muitas outras situações.

 

4 – Reservas e agendamentos

 

Hoje em dia, já é possível fazer reservas e agendamentos diretamente pelos chatbots.

Através de um sistema integrado das empresas, os clientes podem selecionar um horário específico para marcar uma visita técnica, ir em um restaurante, comprar um ingresso de cinema, etc.

Essa tecnologia é capaz de evitar choques de horários, bem como ajudar no organizador de fila, já que é possível reduzir o número de pessoas que chegam sem horário reservado, causando tumulto e aglomeração nos lugares.

 

Quais as principais vantagens dos chatbots?

 

Segundo uma pesquisa da Salesforce, 80% dos clientes acreditam que a experiência de atendimento é tão importante quanto a qualidade dos produtos e serviços. Por esse motivo, é fundamental promover uma comunicação assertiva, personalizada e fluida.

Os chatbots são capazes de melhorar a experiência do usuário e, assim, contribuir para o aumento das vendas.

Além disso, as empresas podem se beneficiar de várias maneiras com o uso da tecnologia. Algumas vantagens dos chatbots são:

  • Automação das tarefas repetitivas e burocráticas;
  • Redução de custos com atendentes;
  • Diminuição de erros humanos;
  • Oferta de canais de vendas diversificados;
  • Agilidade no atendimento ao cliente;
  • Capacidade para coleta de dados dos usuários.

Hoje em dia, cerca de 70% das pessoas preferem se relacionar por meio de mensagens de texto, seja de SMS ou por chatbots, do que por chamadas telefônicas.

Isso demonstra o comportamento do consumidor atual e a necessidade de incorporar a inovação nas empresas.

Mesmo que o seu negócio ainda não tenha nenhum chatbot, é possível encontrar várias soluções dinâmicas e fáceis de aplicar, tanto no site quanto em outros canais de comunicação (redes e mídias sociais).

Dessa forma, você poderá perceber o amplo avanço do atendimento e ter resultados incríveis no que diz respeito às vendas de pratos para congelar por exemplo, até relacionamento com os usuários e fidelização dos clientes.

 

Conclusão

 

Os chatbots chegaram para ficar. Essa revolução tecnológica tem mudado a forma de comunicação das marcas com os usuários, promovendo uma interação muito mais dinâmica e contribuindo para as estratégias de marketing, vendas e relacionamento com o cliente.

O artigo de hoje trouxe algumas dicas de como utilizar o chatbot no site do seu negócio, mas você pode empregar a tecnologia em diferentes canais de comunicação, dependendo das necessidades de atendimento.

Com isso, a sua empresa irá usufruir de todos os benefícios citados acima e ter um grande reconhecimento no mercado.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.